Ze_edited_edited_edited.jpg

zé adão barbosa

FUNDADOR E PROFESSOR

Zé Adão Barbosa é autodidata e um dos mais categorizados profissionais do teatro gaúcho, ator de grande reconhecimento, tendo recebido 3 vezes o Prêmio Açorianos de Melhor Ator. Professor na área de atuação e interpretação cênica há 3 décadas, com ampla trajetória e excelência em seus cursos. Foi também fundador do TEPA (Teatro Escola de Porto Alegre), onde trabalhou durante 15 anos. Auodidata, carrega em seu currículo como ator em teatro persoangens diversos como Charles Bukowski de “Memory Motel”,  Treplev da “Gaivota” de Tchekov, o Jerry do “Zoológico” de Albee, professor da “Lição” de Ionesco, Diabo da “História do Soldado” de Stravinski, Lukas Shuster no recente “Heldenplatz” de Thomas Bernhard, Hamm do Fim de Jogo de Samuel Beckett, Fernando Pessoa em “Coração Randevu”, palhaço Pepino em “pequeno Trabalho para Velhos Palhaços” de Matei Visniec, entre outros. Foi dirigido por nomes importantes do teatro gaúcho e também brasileiro como Luciano Alabarse, Luís Paulo Vasconscellos, Adriane Motola e Patricia Fagindes. Em 2009 recebeu o prêmio Braskem de melhor diretor por “A Arca de Noé” de Vinícius de Morais. No cinema terpretou o cabo/cowboy do “Dia em Que Dorival Encarou a Guarda” de Jorge Furtado e José Pedro Goulart, Mutuca, o Caminhoneiro da “Estrada” de Jorge Furtado, o Groucho Marx do “Mentiroso” de Werner Shünemann, o Cabo Bento da “Noite de São João” de Sérgio Silva, “Neto e o Domador de Cavalos” de Tabajara Ruas, o padre Lara em O Tempo e o Vento de Jayme Monjardim, O Pila Pai em “Mercado de Notícias” de Jorge Furtado e A Hiena do Cati em Senhores da Guerra de Tabajara Ruas. Também tem grande experiência em atuação para televisão, e teve participações em documentários, minisséries como “O Alienista”, “Luna Caliente”, “Programa de Índio” de Jorge Furtado para a rede Globo de Televisão e na novela “Laços de Família” além de outros trabalhos para diversas emissoras. Dirigiu diversos trabalhos em teatro como “O Despertar da Primavera” de Frank Wedekind, Romeu e Julieta de William Shakespeare, “O Sortilégio da Mariposa” de Garcia Lorca, “O Mambembe” de Artur de Azevedo, “A Gaivota” de Anton Tchekov, “A Ópera dos Três Vinténs” de Brecht-Weill, “Godspell” de  Stephen Schwartz e John-Michael Tebelak, “Dona Flor e Seus Dois Maridos” de Jorge Amado, entre outros. Apresentou, durante seis anos, o programa “Era Uma Vez em Porto Alegre” aos sábados pela manhã na Rádio Gaúcha, e o programa “Palco” pela Store Tv, canal 27 da NET. Um grande comunicador, vem administrando teoria e dinâmica de maneira ímpar, e repetindo seus cursos de Comunicação, Expressão e Criatividade por todo o estado e na Escola há duas décadas.

CURSOS MINISTRADOS:

EVERTON RODRIGUES

PROFESSOR DE MUSICALIZAÇÃO E TÉCNICA VOCAL

Premiado compositor, arranjador, cantor e instrumentista porto-alegrense. Um dos nomes prolixos da produção musical gaúcha, tendo atuado em diversas áreas, como cinema, vídeo, publicidade, teatro, games e produção de Cds. Em atividade desde 1993, recebeu diversos prêmios como compositor de cinema e teatro, sempre mantendo seus estudos em orquestração e arranjo e sua versatilidade de estilos como os diferenciais de sua e a produção. Sua produção já soma mais de 70 Trilhas Sonoras e Direções Musicais. Pioneiro na utilização da eletrônica, venceu o Troféu Açorianos de Melhor Disco Instrumental em 1997 com seu CD autoral Project.

CURSOS MINISTRADOS:

WhatsApp Image 2020-08-04 at 21.25.27.jp

LARISSA SANGUINÉ

PROFESSORA E COORDENADORA

Graduada em Teatro Licenciatura pela UERGS em 2017, e formada pelo TEPA em 2001, estudou ballet, jazz e dança contemporânea. Atriz, coreógrafa, diretora de teatro, preparadora corporal, professora de dança desde 1989, e de teatro desde 2002. Tem grande bagagem na invenção teatral para jovens que buscam a vivência em atuação e dança. Foi professora de cursos na Escola Teatro Novo, e no TEPA. Como atriz foi dirigida por Zé Adão Barbosa, Daniela Carmona, Ronald Radde, Jezebel De Carli, entre outros. Foi Atriz e Assistente de direção da Cia Santa Estação, Fundou o Grupo Clareira de Teatro, com Lúcia Bendati e Rodrigo Ruiz, e COLETIVO QUÂNTICO, junto a Denis Gosch e Victória Sanguiné. Dentre seus trabalho, destacam-se como atriz “CLOWNSSICOS”, “HOTEL FUCK: Num Dia Quente a Maionese pode te Matar” e “PROJETO LILITH: Pixações em Corpos Histéricos”. No cinema participou como atriz de algumas produções, e as mais recentes “Formigas”, série de TV, direção Gustavo Spolidoro; “Tinta Bruta”, direção Marcio Reolon e Filipe Matzembacher, e também trabalha como preparadora de elenco.

CURSOS MINISTRADOS:

Carlota albuquerque

PROFESSORA DE POÉTICAS CORPORAIS

Diretora e Coreógrafa do TERPSI – Teatro de Dança, premiada Cia de dança de Porto Alegre Formada em dança clássica na escola de João Luis Rolla; Aperfeiçoamento na Ecolle BESSO, Toulouse/França. Tecnóloga em Dança pela ULBRA (2009); Educadora Brincante e Cultura Popular da Escola de Antônio Nóbrega. Participou como convidada do encontro Arte de Estudantes Estrangeiros, Toulouse (1979). Professora voluntária junto à Embaixada Francesa, Ouagadougou/África (1979/80); Co-fundadora-bailarina da Terra Cia. de Dança do RGS (1982-84),. Professora da FUNDARTE, Montenegro-RS (1983-88). Ministrante oficina de dança no projeto de Descentralização da Cultura pela S.M.C., Porto Alegre. Trabalhos citados em livros como Anais do 21° Seminário Nacional de Arte e Educação UERGS-FUNDARTE; Dança no Brasil de Ida Vizenzia-FUNARTE; 15 anos de PoA em Cena. Trabalhou como diretora/coreógrafa convidada na Exposição Fotográfica Itinerante do Tanztheatrer de Pina Bausch e lançamento do livro de dança-teatro de Ciane Fernandes(Institut Goeth);. Ministrou oficinas e palestras sobre e criação na UNICAMP, USP, UERGS-FUNDARTE,ULBRA e espaços culturais com Dragão do Mar em Fortaleza, Theatro Municipal de Belém do Pará, Centro de Cultura de São Luiz do Maranhão e  Universidade de dança de Manaus, entre outros.

CURSOS MINISTRADOS:

carlota_edited.jpg
denis2_edited.jpg

denis gosch

PROFESSOR DE PREPARAÇÃO CORPORAL E JOGO TEATRAL

Ator, diretor, bailarino, produtor cultural e professor de teatro e dança, bacharel em Interpretação Teatral/UFRGS com 20 anos de carreira. Participou de turnês de teatro e dança pelo Brasil, países do MERCOSUL e Europa com as companhias Santa Estação Cia de Teatro e Muovere Cia de Dança Contemporânea, sendo interprete criador e ensaiador de diversas obras destes grupos. Ganhou os prêmios Tibicuera e Braskem de Melhor Ator, além de diversas indicações como bailarino, diretor e cenógrafo nos prêmios Açorianos de dança e teatro. Fez parte da coordenação de produção do Festival Porto Alegre Em Cena por 3 anos e por 4 anos foi membro da direção artística do Natal Luz de Gramado. No cinema já participou de diversos curtas metragens e longas, dentre eles o filme TINTA BRUTA, que segue em carreira internacional e no qual também fez preparação física do elenco e coreografia. É professor do curso de formação de atores da Casa de Teatro de Porto Alegre e atualmente é membro criador das equipes artísticas da Macarenando Dance Concept, Muovere cia de Dança Contemporânea, M.A. Cia - Teatro, Dança e Assemelhados, Quimera Criações Artísticas e da Las Brujas - cia de teatro e artes integradas.

CURSOS MINISTRADOS:

FRANSICO GICK

PROFESSOR DE TEORIA E HISTÓRIA DO TEATRO

Dramaturgo, ator e diretor de teatro. Mestrando do PPGAC da UFRGS. Formado no Curso Graduação em Teatro – Licenciatura da Uergs. Entre os textos de sua autoria estão “Dispositivo-Gaivota” (2019) – dirigido por ele – , “Da dura tarefa de não atirar contra a própria cabeça (...)“ (2018) – também dirigido por ele –, “Ramal 340” (2015/2016) – texto traduzido para o francês e será publicado na França em 2020 - e “PLUGUE” (2017), sua primeira experiência em dramaturgia para crianças. Concebeu e co-dirigiu, com Jezebel De Carli, a Leitura dramática “Queimaduras” (2019), tradução da obra “La Brûlure”, de Hubert Colas (França). Desenvolve sua pesquisa em dramaturgia com foco em processos colaborativos de criação, atuando no Coletivo Errática, do qual faz parte desde sua criação em 2012, e em parceria com outros artistas. Recebeu dois prêmios Válvula de Escape de Melhor Dramaturgia por “Dispositivo-Gaivota” e “Ramal 340”, foi indicado ao Prêmio Açorianos de Melhor Dramaturgia por “Dispositivo-Gaivota” e “Ramal 340” e ao Tibicuera de Melhor Dramaturgia por “PLUGUE”.

CURSOS MINISTRADOS:

chico3_edited.jpg
WhatsApp Image 2020-08-13 at 13.02.55.jp

Letícia Vieira

PROFESSORA DE PRODUÇÃO CULTURAL

Diretora da Primeira Fila Produções, atua desde 1993 no mercado de produção cultural, tendo produzido shows e espetáculos de teatro locais e nacionais, eventos e projetos especiais. Participou de diversos eventos culturais como a Feira do Livro de Porto Alegre, Porto Alegre em Cena – Festival Internacional de Teatro, Festival de Teatro para Crianças, Mostra Pilimpimpim de Teatro, Mistura Fina – música para fugir do trânsito, Acústicos RS, Mostra Cinema e Direitos Humanos, na produção e programação do Theatro São Pedro, no Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural- FUMPROARTE/ SMC, entre outros. Em 2020 estreia Palácio do Fim, uma montagem da Cia Incomodete.

CURSOS MINISTRADOS:

filipe matzembacher

PROFESSOR DE INTERPRETAÇÃO CINEMA E TV e INTRODUÇÃO AO CINEMA QUEER

Roteirista e diretor que possue uma carreira internacionalmente reconhecida. Seus filmes são fortemente marcados pela direção de atores e desempenho do elenco. Seus processos, que constantemente misturam atores profissionais e atores inexperientes, resultaram em performances aclamadas pela crítica e vencedoras de prêmios em diversos festivais. Seus trabalhos, que incluem os longas-metragens BEIRA-MAR (2015) e TINTA BRUTA (2018), foram lançados comercialmente em salas de cinema de diversos países e agraciados com mais de 60 prêmios, incluindo dois prêmios no Festival de Berlim, diversos no Festival do Rio, incluindo “Melhor Filme”, “Melhor Ator” e “Melhor Ator Coadjuvante”, dentre outras premiações em importantes eventos ao redor do mundo. Trabalhando sempre em parceria com Marcio Reolon, a dupla ainda dirigiu diversos curtas-metragens, minisséries, videoclipes e atualmente desenvolvem seus próximos projetos de longas-metragens de ficção. Em 2019 Filipe e Marcio integraram o júri do prêmio Queer Palm, do Festival de Cannes.

CURSOS MINISTRADOS:

MARCIO REOLON (1).jpg

MÁRCIO REOLON

PROFESSOR DE INTERPRETAÇÃO CINEMA E TV e INTRODUÇÃO AO CINEMA QUEER

Roteirista, diretor e ator que possui uma carreira internacionalmente reconhecida. Seus filmes são fortemente marcados pela direção de atores e desempenho do elenco. Seus processos, que constantemente misturam atores profissionais e atores inexperientes, resultaram em performances aclamadas pela crítica e vencedoras de prêmios em diversos festivais. Seus trabalhos, que incluem os longas-metragens BEIRA-MAR (2015) e TINTA BRUTA (2018), foram lançados comercialmente em salas de cinema de diversos países e agraciados com mais de 60 prêmios, incluindo dois prêmios no Festival de Berlim, diversos no Festival do Rio, incluindo “Melhor Filme”, “Melhor Ator” e “Melhor Ator Coadjuvante”, dentre outras premiações em importantes eventos ao redor do mundo. Trabalhando sempre em parceria com Filipe Matzembacher, a dupla ainda dirigiu diversos curtas-metragens, minisséries, videoclipes e atualmente desenvolvem seus próximos projetos de longas-metragens de ficção. Em 2019 Filipe e Marcio integraram o júri do prêmio Queer Palm, do Festival de Cannes.

CURSOS MINISTRADOS:

GUILHERME CARRAVETTA DE CARLI

PROFESSOR DE INTERPRETAÇÃO PARA CINEMA E TV

Ator, diretor de cena e publicitário formado pela FAMECUS-PUC. Formado pela Casa de Teatro de Porto Alegre em 2017; Mestrando em Ciências da Comunicação, com ênfase em Cinema e TV, pela Universidade Nova de Lisboa, 2020/21. Traz uma bagagem de formação artística em direção cinematográfica e interpretação para cinema e TV na Itália. Recentemente, dirigiu um documentário com o renomado sociólogo italiano Domenico De Masi sobre o Ócio Criativo e realizou um curso intensivo de atuação para cinema e TV no Centro Sperimentale, em Roma, dirigido por Giancarlo Giannini. Possui grande vivência na produção audiovisual onde atua há quinze anos, dez como diretor de cena, com ampla experiência no mercado publicitário. Atuou para o audiovisual em “Disforia” e “Depois de ser cinza”, nas séries “O oráculo das borboletas amarelas”, nos curtas-metragens “Adereços”, “Carreira”, “Veraneio” e no teatro esteve em cartaz com os espetáculos “Ninguém me disse que haveria dias como estes”, “O Maravilhoso Mágico de Oz”, “Zucco, a espetacularização do brutal”, “Hamlet”, “Aos Pedaços” e “Closer, o amor é o suficiente?”. Assina, ainda, roteiro e direção no curta-metragem “Reunião”, onde também é um dos protagonistas.

CURSOS MINISTRADOS:

Guega Peixoto.jpg

GUEGA PEIXOTO

PROFESSORA DE PREPARAÇÃO DE ATORES

Atriz, professora e produtora cultural, formada no curso de Graduação em Teatro: Licenciatura na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) e no Teatro Escola de Porto Alegre - TEPA. Integrante do corpo docente da Casa de Teatro de Porto Alegre desde 2015, atualmente é professora e idealizadora da Oficina Práticas em Atuação - OPA. Ministrou oficinas de teatro nos projetos: Oficina Online de Teatro do Coletivo Errática, 1º Festival de Teatro Para Crianças, Descentralização Em Cena do Festival Internacional de Teatro Porto Alegre em Cena, Projeto Crescer em Montenegro, Teatro para Crianças no Teatro Novo DC, OffAção: Fluxos Erráticos na Circulação Nacional do Palco Giratório SESC 2018, Laboratório de Percepção: Narrativa da Memória na Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro, Oficina de Teatro na FASE CASE POA1 e Colônia de Férias do Colégio Pan American. Como atriz recebeu indicações aos prêmios: Melhor Atriz Coadjuvante no Festival do RIO Troféu Redentor 2018, Melhor Atriz no Prêmio Olhares da Cena 2018, Melhor Atriz no Prêmio Olhares da Cena 2017, Melhor Atriz no Prêmio Açorianos 2016, Prêmio Açorianos Revelação 2015: Melhor Atriz Revelação. Em 2019 recebeu o Prêmio Açorianos de Teatro de Melhor Cenário pela concepção do cenário do espetáculo Dispositivo-Gaivota. No cinema atuou no premiado longa TINTA BRUTA (2017) dirigido por Marico Reolon e Filipe Mazembacher, que recebeu os prêmios: Teddy Award,  CICAE, Maguey e Troféu Redentor. Integrante do COLETIVO ERRÁTICA desde sua fundação em 2012, tendo participado como atriz e produtora dos espetáculos DISPOSITIVO-GAIVOTA,  PLUGUE: um desvio imaginativo, Ramal 340: sobre a migração das sardinhas ou porque as pessoas simplesmente vão embora. Participou como atriz e produtora do espetáculo MacBodas: tequila, guacamole y algo más (2014), como diretora do exercício cênico K.3 RESTA O CORPO QUANDO NÃO SE TEM MAIS NADA (2015). Integrou como atriz os espetáculos: PROJETO MEDEIA - A reinvenção do mito sobre a mulher, o poder, conspirações, golpe e Rock n´Roll, O Último Festim, Desmontagem, Splendor (2009), A Milímetros de Mercúrio, Essa Noite Se Improvisa – Tenesse Williams, A Caravana Da Fantasia Conta: O Patinho Feio e Os Saltimbancos. Realizou a Preparação de Atrizes e Atores no espetáculo YERMA (2017) dirigido por Gustavo Dienstmann.

CURSOS MINISTRADOS:

BRUNO BUSATO

PROFESSOR DE TEATRO INFANTIL

Graduado em Interpretação Teatral pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Dentro da universidade, montou o texto “LUZES APAGADAS” (2018), da dramaturga indiana Manjula Padmanabhan, e “INTESTINO” (2019), criação coletiva do grupo Buraco da Fechadura posteriormente selecionada para o Festival Porto Verão Alegre 2020 e para ocupação do Teatro Bruno Kiefer, da Casa de Cultura Mário Quintana, em Março de 2020. Também atuou como monitor presencial e à distância de diversas cadeiras do currículo acadêmico do curso. Na Casa de Teatro de Porto Alegre, trabalha como Monitor nos cursos para adolescentes, ministrados por Larissa Sanguiné desde 2016. Auxiliou na montagem e adaptação de ”O Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna, “Lisístrata”, de Aristófanes, “Macbeth”, “Hamlet” e “Sonho de uma Noite de Verão”, de Shakespeare, “A Gaivota” e o “Jardim das Cerejeiras” de Tchekhov, “A Maldição do Vale Negro”, de Caio Fernando Abreu, além de criações autorais das turmas.

CURSOS MINISTRADOS:

CURSOS como professor assistente:

WhatsApp Image 2020-08-03 at 18.07.26.jp

CASA DE TEATRO DE PORTO ALEGRE

(51) 99255.8175 - whatsapp

(51) 98928.2675 - administrativo

contato@casadeteatropoa.com.br 

Av. Cristóvão Colombo, 400

Porto Alegre/RS - CEP 90560-002

  • facebook_logo_png_transparent_background
  • Instagram-Icon
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social
logoCasa_branco.png