Zé Adão Barbosa

Há 30 anos trabalha com teatro, cinema e televisão. Em teatro foi o Charles Bukowski de “Memory Motel” pelo qual recebeu os prêmios Açorianos e Quero-Quero de melhor ator de 1988, O Treplev da “Gaivota” de Tchekov, o Jerry do “Zoológico” de Albee, o professor da “Lição” de Ionesco, o Diabo da “História do Soldado” de Stravinski, o Hamm do "Fim de Jogo" de Samuel Becket (Açorianos e Braskem de melhor ator), entre outros. Em cinema foi o cabo/cowboy do “Dia em Que Dorival Encarou a Guarda” de Jorge Furtado e José Pedro Goulart, o Caminhoneiro da “Estrada”, de Jorge Furtado, o Groucho Marx do “Mentiroso” de Werner Schunemann, o Cabo Bento do premiado “Noite de São João” de Sérgio Silva, entre outros. Em televisão teve participações em miniséries, documentários e na novela “Laços de Família” da Rede Globo.
Atualmente é apresentador do programa "Era Uma Vez Em Porto Alegre", da Rádio Gaúcha e atua no espetáculo "Cabarecht", dirigido por Humberto Vieira. É fundador da Casa de Teatro de Porto Alegre.

Currículo Completo

Diretora e coreógrafa do Terpsí - Teatro de Dança desde 1987 – Porto Alegre/RS. Graduada em Dança pela ULBRA. Formação Clássica na Escola João Luiz Rolla/  SMED-RS . Aperfeiçoamento na Ecole BESSO de Danse Classique, em Toulouse – França. Professora voluntária junto à Embaixada Francesa em Ouagadougou, na África, ministrando aulas de dança. Professora da FUNDARTE de Montenegro-RS (1983-88). Ao lado do Terpsí, onde atua há 24 anos ininterruptamente, recebeu vários reconhecimentos como Ordem do Mérito Cultural 2010, Prêmio Estímulo de Teatro e Dança (1993), pelo conjunto de trabalhos em prol das artes cênicas do Brasil, outorgado pela Secretaria de Cultura da Presidência da República e IBAC. Como coreógrafa do Terpsí, foi representante brasileira do Carlton Dance Festival, ao lado de companhias como o Tanztheater, de Pina Bausch; Diálogos de Sul a Norte - As Artes Cênicas Aproximando o Brasil; Porto Alegre em Buenos Aires; Porto Alegre em Cena; o Globo em Movimento, entre outros .

Cláudia Sachs: Atriz, diretora, e  professora, Doutorado em Teatro  (UDESC, 2013), Mestrado em Teatro (UDESC,2004), Epecialização em Teoria do Teatro Contemporâneo (UFRGS, 2002). Formação na École International Jacques Lecoq (Paris, 1992/93). Participou de diversos cursos de especialização na área, principalmente Teatro de Movimento, ressaltando um ano “Máscaras do Mundo”, “O Ator e a Máscara”, na escola The City Lit  (Londres), Dança Teatro com Mary Anthony (Nova Iork). Cursos de aperfeiçoamento com Matteo Bonfitto, Josette Féral, Jean-François Dusigne, Maria Helena Lopes, Yael Karavan, Thomas Leabhart, Carlos Simione, entre outros. Atriz do espetáculo Gueto Bufo (prêmio Açorianos de Melhor Espetáculo - 1999). Diretora nos espetáculos O Defunto, Uma Simples Aparência, O Baile dos Anastácio (Prêmio Melhor Espetáculo Juri Popular Brasken no POA em Cena – 2013), Circo de Horrores e Maravilhas. Foi professora de interpretação teatral no Departamento de Arte Dramática da UFRGS. Pesquisadora no Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS – PPGAC.

Atriz, diretora, professora de teatro. Formada pela UFRGS no Bacharelado em Direção Teatral e na Licenciatura em Educação Artística. Mestrado em Teatro pela Northwesthern University, Chicago, USA. Professora do Departamento de arte Dramática do Instituto de Artes da UFRGS por 28 anos. Orienta hà quatro anos a  DRAN Oficina de Dramaturgia, sediada no Theatro São Pedro, em Porto Alegre.

Jeffie Lopes dedica-se ao teatro desde os seus quinze anos de idade, quando iniciou seus estudos cursando oficinas em Porto Alegre. Em sua formação, cursos e oficinas ministrados por Celéia Machado, Daniela Carmona, Marcos Castilhos, Patrícia Gatteli, Renato Del Campão, Eduardo Fachel, Zé Adão Barbosa, André Paes Leme, Irion Nolasco, Maria Helena Lopes, Leo Bassi, Luiz Paulo Vasconcellos, Dale Heinen, Ricardo Behrens, Walter Reyno, Claus Carlsen, Jorge Alencar, Antonio Murru, Donatella Pau, Zeca Brito, Cida Moreira e Hugo Possolo. Atualmente é o responsável pelo roteiro, produção, cenário e acessórios e também integra o elenco do espetáculo infantil "Dois Idiotas", adaptação teatral do livro de Ruth Rocha e direção de Zé Adão Barbosa (com 06 indicações ao Prêmio Tibicuera 2008 de Teatro Infantil da Prefeitura de Porto Alegre: melhor espetáculo, ator, cenário, iluminação, trilha sonora e figurino). Atua no espetáculo “Hotel Fuck”, da Santa Estação Cia. de Teatro, dirigido por Jezebel De Carli. Deu início às atividades do TEPA Infantil - núcleo infantil do Teatro Escola de Porto Alegre - em 2002, ministrando suas oficinas até o ano de 2009. Em 2010, cria a CASA DE TEATRO DE PORTO ALEGRE, sendo o responsável pela administração da mesma, também ministrando oficinas de teatro para crianças e adultos.

Ator e diretor de teledramaturgia; um ano de curso de extensão em teatro pelo DAD/UFRGS; formado pela Escola de Atores de TV e Cinema, com três anos de curso; trabalha há quatro anos como professor de TV e Cinema e mais de dez anos como ator; já realizou muitos trabalhos nas áreas de tv, cinema e teatro.
TV: Continentes de São Pedro, 11º e 12º episódios - Campanha Eleitoral, Casa dos Gaúchos - Histórias Extraordinárias, Amor e Extriquinina – 7 Pecados, RBS TV - A Ferro e Fogo, Tempo de Solidão - Herança Farroupilha, RBS TV - Escritores Gaúchos, O menino Vai ao Colégio - RBS TV - Histórias Curtas, As Férias de Lorde Lucas;
Cinema: Na Batida – Curta - Dias e Noites, Direção Beto Souza. Longa; Teatro: - Day by Day, Theatro São Pedro - Comédia da Vaidade, Texto Elias Canetti - Instituto Goethe - Bonitinha Mas Ordinária, Texto Nelson Rodrigues - Depósito de Teatro. CIA de Arte - Mumaqui - O amor entre a mulher e a máquina. Texto Carol Sudati - Teatro Hebraica - Mamãe foi pro Alaska - True west. Direção Ramiro Silveira - Cinderela - Direção Ronald Rade. Teatro Novo DC - América Café – Direção Artur Pinto.

Acesse http://escoladetvecinema.blogspot.com/

Atriz, professora de teatro, pesquisadora com desenvolvimento em teatro, técnicas circenses e arte do palhaço e responsável pela Cia Circular.
Iniciou suas atividades artísticas em 1996 integrando o NIT – Núcleo de Investigação Teatral, coordenado pelo ator e diretor, Roberto Birindelli. Tendo como foco de trabalho o treinamento do ator através da Antropologia Teatral e da Commedia Dell’Arte. Finalizando a pesquisa em janeiro de 2000 com o espetáculo Memória – A Cidade Invisível, baseado na obra de Ítalo Calvino e financiado pelo projeto FUMPROARTE.
Integrou o grupo Sótão, de 2000 a 2003, sob a coordenação de Biño Sauitzvy estudou a obra dramatúrgica de Samuel Beccket. Atuou em O Sótão ou A Catástrofe e All That Fall, tendo esse último recebido seis indicações para o Prêmio Açorianos de Teatro Adulto/2002. Entre elas de melhor atriz coadjuvante para Ekin.
De 1997 a 2002 idealizou e atuou no projeto Azulão – O Clown Visitador no Tratamento de Crianças Hospitalizadas - Grupo de Pesquisa em Pós-Graduação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Em 1999 implantou esse mesmo projeto na casa geriátrica Residencial Menino Deus.
Participou do primeiro ano do projeto Gestação Cultural Usina das Artes (SMC), em 2005, gerenciando a sala 309 da Usina do Gasômetro, juntamente com o grupo Firuliche, focalizando o trabalho na arte do palhaço.
Cursou oficinas com: Ana Elvira Wuo, Pepe Nuñez, Élcio Rossini, Ciça Retzegel, Leela Alaniz, Tatiana Cardoso, Dagmar Dornelles, Daniela Carmona, Irion Nolasco, Adriano Basegio, Sérgio Mercúrio/Argentina, Grupo Potlach/Itália, Victor Varella/Cuba, entre outros.
Em 2004 participou do curso Formação Teórico/Prática para Doutores Palhaços - Associação Nariz Vermelho em Lisboa, Portugal.
Atuou em: Diário - O Inferno Cor-de-Rosa, direção Patrícia Unyl, duas indicações para o Prêmio Açorianos de Teatro Adulto/2003, entre elas a de melhor atriz coadjuvante para Ekin; Circo dos Bichos, Partida e Quem Procura Acha, espetáculos de clown, direção Melissa Dornelles; Clownssicos, direção Daniela Carmona; Heldenplatz, Hamlet e Medéia, direção Luciano Alabarse.
É criadora do projeto Fazendo Arte – Oficinas de teatro pra crianças, trabalha em vários espaços de Porto Alegre. Ministrou, durande três anos, oficinas pra pré-adolescentes no TEPA – Teatro Escola de Porto Alegre e no momento ministra a mesma oficina na Casa de Teatro de Porto Alegre. Em 2003 ministrou oficina de teatro às detentas da Penitenciária Feminina Madre Pelletier como pesquisa de campo para a criação do espetáculo Diário - O Inferno Cor-de-Rosa.
Como diretora, além das montagens do Núcleo de Palhaços, em 2009 dirigiu A Domadora de Sonhos, vencedor do prêmio de Bolsa de Incentivo à Criação de Números Circenses da FUNARTE e, em 2010, Circonservando’, primeiro espetáculo de rua de circo financiado pelo FUMPROARTE.

www.ciacircularpoa.blogspot.com

Atriz, bailarina, coreógrafa, professora de teatro e dança, formada pelo TEPA (Teatro escola de Porto Alegre) em 2001, em Porto Alegre/RS, onde atuou como professora de teatro de 2003 a 2009, na Oficina para Pré-Adolescentes, Teatro para Crianças de 03 a 06 anos, e como assistente de direção nas montagens da Oficina de Montagem, ministrado por Zé Adão Barbosa, e orientadora de direção no Curso de Formação de Atores, ministrado por Zé Adão Barbosa, Daniela Carmona, Luiz Paulo Vasconcelos e Jezebel de Carli. Estudou ballet, jazz, dança contemporânea e expressão corporal. Ministrante de oficina de dança e criação na Escola Cenecista Carlos Maximiliano de 1998 a 2001, em São Jerônimo/RS, e oficina de teatro na Escola Teatro Novo, em 2002 e 2003, em Porto Alegre/RS, Oficina de teatro no Colégio Salesiano Dom Bosco, em 2010 e 2011 em Porto Alegre/RS. Participou do Projeto “Fazendo Teatro – Agora o Theatro São Pedro é das Crianças”, com a Oficina de Montagem para Crianças de 03 a 06 anos, no Theatro São Pedro, em 2009 em Porto Alegre/RS.
Atualmente ministra 5 oficinas de teatro na CASA DE TEATRO DE PORTO ALEGRE, de Iniciação e de Montagem Teatral. Ingressou em 2012 no Curso Grdauação em Teatro: Licenciatura, na UERGS – Universidade do estado do Rio Grande do Sul, na unidade de Montenegro/RS, cursando o primeiro semestre.
Ênfase como atriz nos espetáculos "Clownssicos" e “Hotel Fuck, Num Dia Quente a Maionese Pode te Matar”. Exerce trabalhos de preparação corporal para atores, como em “Agora Eu Era”, da Vai Cia de Teatro, direção de João Madureira, para “As Aritimanhas de Scapino”, da Cia Teatro ao quadrado, direção de Margarida Peixoto, para “Au-Au, uma aventura de Natal”, direção de Margarida Peixoto, para o Natal Luz de Gramado/RS para “A Cãofusão”, direção de Lúcia Bendatti, neste último também é assistente de direção e coreógrafa. Diretora cênica de “O Apanhador – O Musical” e “Godspell – A Esperança” com direção geral de Zé Adão Barbosa e coreografias de Cralota Albuquerque. Atuante da SANTA ESTAÇÃO CIA. DE TEATRO, sob a direção e liderança de Jezebel De Carli, como atriz em “Parada 400: Convém Tirar os Sapatos”, “A Tempestade e os Mistérios da Ilha”, neste também como assistente de direção; “Hotel Fuck: Num Dia Quente a Maionese Pode Te Matar”

É Mestre em Artes Cênicas (PPGAC-UFRGS), Especialista em Encenação Teatral (FURB) e formado em Música (UFPEL). Possui registro profissional (DRT) nas funções de ator, diretor, sonoplasta, operador e técnico de som. Trabalhando em diversas atribuições na arte, sempre vincula a relação entre o teatro e a música. Foi indicado, pelo espetáculo “O Avarento”, aos Prêmios Açorianos de Teatro 2009 (Porto Alegre/RS) de “Melhor Ator Coadjuvante” e “Melhor Trilha”; e recebeu os prêmios de “Melhor Ator” e “Melhor Trilha” no 38º Festival Nacional de Teatro (FENATA) em 2010 (Ponta Grossa/PR). Complementando sua formação, fez diversos cursos e oficinas com renomados profissionais, destacando: “Voz e Ação Vocal” ministrado por Carlos Roberto Simioni no LUME em Campinas/SP (2005) e “Oficina de Criação Dramatúrgica” ministrada por Ivo Bender em Porto Alegre/RS (2008).Entre seus trabalhos na área teatral, destacam-se: “Tartufo” [ator, criador de trilha, prep. vocal e diretor musical] direção de Gilberto Fonseca (2011); “A Arca de Noé” [ator] direção de Zé Adão Barbosa e Marcelo Delacroix (2011); “A Roupa Nova do Rei” [ator, trilha] direção de Gilberto Fonseca e João Pedro Madureira (2010); “O Avarento” [ator, trilha, prep. vocal e dir. musical] direção de Gilberto Fonseca (2009); “A Canção de Assis” [ator] direção de Gilberto Fonseca (2007); “Os Farsantes” [ator] direção de Gilberto Fonseca (2007); “A Coisa Certa” [ator, diretor, trilha] com o Grupo Teatro Porque Sim de Pelotas (2005); entre outros. Participou de diversos congressos e seminários com sua pesquisa de Mestrado, como o “VI Congresso da ABRACE” (2010) em São Paulo; “III Jornada Latino-Americana de Estudos Teatrais” (2010) em Blumenau/SC; e o “V Colóquio Internacional de Teatro” (2009) em Montevidéu, Uruguai. Pela Descentralização da Cultura de Porto Alegre, foi oficineiro de música e teatro entre 2008 e 2010. Em 2011, através da Coordenação de Artes Cênicas, ministrou a oficina "Música de cena para atores".

Cursos Ministrados

Currículo indisponível, consulte mais tarde.


Cursos Ministrados

Graduado em Produção Audiovisual - Cinema e Vídeo da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – 2007/1 (PUC RS). Como co-roteirista e assistente de direção, fez parte da equipe de "O Boxeador", episódio da série Histórias Curtas 2009 da RBS TV. Nessas mesmas funções, fez o curta "Trajeto”. Dirigiu o curta "Por Alguns Segundos", exibido pela TV COM em 2007.

Graduada em Dança pela ULBRA, Certificada pelo Physicalmind Institute (NY), no Initiation 101: The Method Pilates, em Curitiba (PR) no DeMarcondes Pilates, Centro de Formação no Método Pilates. Certificada pela Escola de Pilates, condi­cionamento físico e mental do estúdio GR Pilates, em POA. Certificada pela Power Pilates® - Beginner Mat Training, Comprehensive Training, Porto Alegre/RS 2008. Sócia da empresa Azzis, projetos, consultores e produtores associados Ltda. Proprietária do (Studio) Angela Spiazzi Pilates House. É Bailarina co-fundadora da Terpsí-Teatro de Dança desde sua fundação, participando de todas as obras da companhia. Bai­larina profissional desde 1983 passa a integrar a Terra Com­panhia de Dança do Rio Grande do Sul, até o seu término. Agraciada pela Secretaria Municipal de Cultura de Porto Ale­gre com o Prêmio de Melhor bailarina do Ano de 1996. Des­tacam em seu currículo, trabalhos sob a direção de, Denise Barella, Décio Antunes, Voltaire Danckwardt, Luciano Alabarse e Zé Adão Barbosa.

Cursos Ministrados

Atriz, Mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC/UFRGS, 2010. Possui graduação em Teatro pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1990) e graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999), Especialização em Teoria do Teatro contemporâneo DAD/UFRGS. Atualmente é professora de teatro e educação física no Educandário São João Batista - Centro de Reabilitação, desde 1994. Já ministrou oficinas de iniciação teatral na Casa de Artes Baka e, pela prefeitura municipal, na Usina do Gasômetro. Estudou artes marciais – Kung Fu (Shao-lin do Norte), Capoeira, Acrobacia. Participou de oficina de Mimo Corpóreo de Etienne Decroux com Leela Alaniz. Principais peças em que atuou: A Gata Borralheira (Dir. Zé Adão Barbosa – 1987) Shandar e o Feitiço de Mungo (Dir. Luis Henrique Palese - 1988) Por um Punhado de Jujubas (Dir. Luis Henrique Palese – 1990) A Lenda do Rei Arthur (Dir. Luis Henrique Palese – 1991) Os Náufragos (Dir. Ciça Reckziegel – 1992) Parque Extremo de Diversões (Dir. Élcio Rossini – 1995) A Arte de Perder as Estribeiras (Dir. Fernando Ochôa – 2004) Prêmios Quero-quero e Tibicuera de Melhor Atriz co-adjuvante de Teatro Infantil de 1988 por Shandar e o Feitiço de Mungo. Artigos Publicados: Em que século, afinal, se encontra o corpo do ator gaúcho?  (Revista Cena- DAD/UFRGS); Tecendo os Reis Vagabundos com fios de memórias. (Revista Digital Gambiarra- UFF); A difícil inclusão do corpo Inumano (VI Reunião Científica da ABRACE)   Curadoria da Exposição Ivo Bender, o Senhor das Letras durante o Palco Giratório e Porto Alegre em Cena - 2011.

Cursos Ministrados

Atriz e professora formada pelo Departamento de Arte Dramática da UFRGS.  Produtora de elenco e diretora da agência Contexto.


Cursos Ministrados

Francis Padilha é bacharel em música nas habilitações Canto e Regência Coral pela UFRGS. Ganhou o prêmio juri popular e 3º lugar masculino no Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão. Atuou nas óperas "Amahl" no papel de Rei Melchior e "Carmen" no papel de Dan Caire. Estreou no teatro em 2012 como ator e preparador vocal do musical "O Linguiceiro da Rua do Arvoredo de Daniel Colin e Felipe Galisteo. Fez a preparação vocal das peças "Plagiários", "Ayê" , "Aqui Ali e Acolá", "Terra do Nunca II" e dos musicais "Night Club", "Os Saltimbancos" e "Lupicínio Rodrigues". É integrante do Grupo Teatral Atuadores Pur'Arte.

Cursos Ministrados

Ator formado pelo Teatro Escola de Porto Alegre (TEPA) no ano de 2009, é parte da Vai! Cia de Teatro, tendo atuado nas realizações da companhia: “Parasitas”, de Marius von Mayenburg, direção de João Pedro Madureira, e em "A Ilha da Desordem: exercício cênico baseado no poema 'Sangue na sapatilha ou: o enigma da verdade' de Heiner Müller", direção de João Pedro Madureira, uma processo de colaboração da Vai! com o Grupo JOGO de Experimentação Cênica. Sob a direção de Zé Adão Barbosa atuou em "O Despertar da Primavera" de Frank Wedekind, espetáculo no qual foi também assistente de direção. Atua na CASA DE TEATRO DE PORTO ALEGRE como professor do curso "Olhares sobre Teatro" e como assistente de direção nas montagens dos cursos: "Oficina de Montagem", ministrado por Zé Adão Barbosa e "Formação de Atores", ministrado por Alexandre Cardoso, Carlota Albuquerque, Graça Nunes, Marcelo Delacroix e Zé Adão Barbosa.

Cursos Ministrados


Cursos Ministrados

Graduada em Direção Teatral pela UFRJ e Interpretação pela UNIRIO. Dramaturga/roteirista, diretora, atriz e comediante stand-up. Escreve e apresenta seus textos de comédia stand-up. Já se apresentou em Londres e Portugal. Foi a Primeira Comediante stand-up brasileira a apresentar solo de stand-up comedy em Portugal.   Foi colaboradora da Editora Globo, onde escreveu roteiros para as revistas em quadrinhos Menino Maluquinho e Sítio do Picapau Amarelo. Foi roteirista cômica da empresa Genexies, sediada em Madri. Participou do Projeto Salve a Língua de Camões, em Portugal. Participou do I Festival Lusófono de Teatro Intimista, Matosinhos/Portugal. Uma das autoras do Livro “CENA IMPRESSA – Volume 1 – Teatro à la carte”. Dedicado à prática e à teoria da dramaturgia nacional, lançado na Bienal de SP, no RJ e na FNAC de Portugal. Idealizadora e Curadora da I Mostra de Humor Carioca, no RJ. Participou dos programas de Tv: “A Praça é Nossa” (abrindo o programa com seu stand-up, SBT), Domingão do Faustão (Rede Globo), Fantástico (Rede Globo). No canal Multishow participou dos seguintes programas:“OS BUCHAS”; “Adorável Psicose”;  “Os Gozadores”; Cilada, com Bruno Mazzeo (assistente de direção); foi uma das roteiristas da 1a. temporada do programa “Mundo Canibal TV”. Roteirista e integra o elenco do programa Sensacionalista, no ar no canal Multishow. Diretora assistente dos números e  responsável pela pesquisa de casting das edições 2013 e 2014 do Prêmio Multishow de Humor. Atualmente pesquisa elenco para a edição 2015 do programa.

Cursou oficinas com Zé Adão Barbosa em 2002, Formação de Atores - TEPA, em 2003, O Ator Contador de Histórias, com Meran Vargens, da Bahia (Poa em Cena de 2003), Estilos de Interpretação - TEPA, com Daniela Carmona, em 2004. Em 2005, cursou oficinas com Maria Helena Lopes e Pepe Nuñes (clown), Workshop Prático de teatro com o Grupo Espanca! Com Grace Passo de Minas Gerais, Corpo, criação e comicidade com Jorge Alencar do grupo Dimenti da Bahia, Oficina de criação de pequenos hai kais pessoais com Gerogete Fadel de São Paulo, Workshop Woysec Desmembrado com Cibele Forjaz de São Paulo. Atuou nos espetáculos "Partida", direção de Melissa Dornelles, "Antígona", direção de Luciano Alabarse, "Clownssicos", direção de Daniela Carmona, "Branca de Neve e os Sete Anões", direção de Ronald Radde, "Histórias Contadas", direção de Lúcia Bendatti e "O Sonho de uma Noite de Verão", direção de Adriano Basegio e Daniela Carmona, “Parada 400 convém tirar os sapatos” direção de Jezebel de Carli. É assitente de direção de “Lipstick Station” direção de Jezebel de Carli. Em 2010 e 2011 atua no espetáculo “Parasitas” dirigido por João Madureira, e dirige o espetáculo “Roda Gigante”. Em 2012 estréia como diretor Boa Noite Cinderela e junto da Vai Cia de teatro ensaio o projeto Sincronário (pesquisa em performance).

Atuante na área de produção cultural desde 1994, já participou da produção de inúmeros espetáculos, shows e outros eventos. Atuante nas áreas de contratação e supervisão de fornecedores, de recursos humanos e de artistas; supervisão de montagem de palco, iluminação, sonoplastia; supervisão de criação e execução de figurinos, cenário, adereços, materiais promocionais, gráficos e de decoração; contato com apoiadores e empresas parceiras para captação de recursos; criação e formatação de programações culturais; criação e formatação de projetos de parcerias, projetos de patrocínio, Leis de incentivo à Cultura (LIC/ MINC e Fumproarte); direção de edição de vídeos institucionais; Viabilização de materiais gerais e de materiais gráficos; administração de orçamento; administração geral de equipe e mecânica do evento.

Muito cedo no trabalho com teatro descobri o clown. Arrisco dizer  que até antes, pois enquanto as meninas suspiravam pelos bonitões do cinema e TV, eu tinha uma ‘queda’ profunda pelo Jerry Lewis! Não sabia o que exatamente me encantava naqueles  antigos filmes da sessão da tarde, onde ele abusava de caretas e gestos, mas era do Jerry Lewis o meu coração na tenra idade… Ao longo dos anos fiz cursos com Eduardo Coutinho, Ricardo Puccetti e Phillipe Gaulier (todos clowns maravilhosos!) e arrisquei um trabalho teórico de pós-graduação na UFRGS sobre o assunto. Ganhei uns prêmios (Açorianos, Tibicuera) fazendo palhaçadas (quem diria!) e, por fim, coloquei os clowns na gaveta. A vida pedia outros focos. Mas eles pulam nos sonhos da gente! Quando saí de um emprego de seis anos na TVCOM como jornalista e apresentadora de programas, voltei para os Clowns (pacientes que são com nossas fugas...). A Casa de Teatro tem significativo papel neste re-encontro. Re-signifiquei meus afetos pelo trabalho com os palhaços. Mas calma, não tente agarrá-los!!! São livres. Escorregam nas certezas sem belezas.

Cursos Ministrados

Natural de Minas Gerais, é atriz desde 1998. Em Porto Alegre, se formou no TEPA de 2002 a 2004. Na parte corporal, teve aulas de dança contemporânea com Jussara Miranda e dança moderna e jazz com outras professoras na cidade natal e em Porto Alegre. Faz Dança aérea desde 2007, na Cia Nós no Ar e participa do espetáculo “Trajetórias”, contemplado com Fumproarte de 2011 e outros eventos. Como atriz participa do grupo Santa Estação Cia de Teatro, direção de Jezebel de Carli, desde 2003, com 3 espetáculos com várias premiações (“Parada 400 – convém tirar os sapatos”, “A Tempestade e os mistérios da ilha”, “Hotel Fuck – num dia quente a maionese pode te matar”). Participou de vários curta-metragens desde 2004. É professora de teatro desde 2000, em instituições, escolinhas infantis e escolas particulares, na disciplina extra curricular, pra crianças e adolescentes. Também é professora de teatro na Estação Musical desde 2007, para crianças e adultos, onde faz a direção cênica dos espetáculos da escola. No ano de 2012 dirige o musical “Brasil em Revista”, com produção da Estação Musical, contemplado pela Lei Rouanet de 2010, com um elenco de profissionais da capital e interior, com estréia em outubro de 2012.

Cursos Ministrados

Desde 1995, Luciano Fernandes desenvolve pesquisas em cima das formas do ator e dos trabalhos realizados no circo, com suas respectivas artes e técnicas. São 15 anos de performances inusitadas no sul do Brasil, utilizando técnicas teatrais, circenses e musicais aliadas a malabares, fogo, pernas-de-pau, figurinos e maquiagens especiais. Em 2001 trouxe o III Encontro Internacional de Malabares, Circo e Percussão para Porto Alegre.

http://www.lucianofernandes.com.br

Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, desenvolve trabalho na área artística da cidade de Porto Alegre – Rs/ Brasil, há mais de 15 anos. Nos últimos anos  vem se destacando por receber premiações  do Governo Federal  e Municipal na área da Dança Contemporânea. Sua “formação” corporal eclética  lhe garante um diferencial e autenticidade. Marilice Bastos iniciou sua carreira no Balé Clássico aos quatro anos de idade, transitando a partir de então pelo Jazz, Ginástica Rítmica, Ginástica Olímpica, Yoga, Natação, Treinamento de Força, Flamenco, Dança Aérea, Dança Moderna de Martha Graham e Dança Contemporânea. Atualmente ministra aulas de Dança Contemporânea, participa de eventos como bailarina, e é produtora artística.

Currículo Completo

Cursos Ministrados

Bacharel em Artes Cênicas pela UFRGS. Ministrante de workshops de "Iniciação de Clown" para atores e de "Clown Vivencial" para pessoas sem experiência profissional em teatro. Por quatro anos (1997-2000) integrou o NIT-Núcleo de Investigação Teatral, coordenado por Roberto Birindelli, atuando em "Memória" no ano de 2000. Participou por cinco anos do GPPG, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, como idealizadora e clown do projeto "Azulão - O clown Visitador na Oncologia Pediátrica". No ano de 2005 foi aluna da École Philippe Gaulier, na França. Durante os anos de 2004 e 2005 trabalhou em Londres e em Paris como performer do grupo de dança/teatro About Seven. Também na Inglaterra, no ano de 2004, ministrou um workshop de expressão corporal, por meio ano, voltado para moradores de rua no FairBridge Institution.

www.ciacircularpoa.blogspot.com

Currículo Completo

Formada em Dança pela ULBRA, foi bailarina da Cia Municipal de Dança de Caxias do Sul, integrante do Grupo Experimental de Dança de Porto Alegre e intérprete- pesquisadora da Cia de Dança Contemporânea da UFRJ no Rio de Janeiro. É coreógrafa e ministra aulas de dança voltadas para criação. Além disso, atualmente se dedica à produção do videodança " Abre Aspas" projeto contemplado pelo Financiarte- Caxias do Sul e como coreógrafa faz parte da equipe de criação da Fantástica Fábrica de Natal do Natal Luz de Gramado.

Nikki Goulart foi vencedor do 14o PRÊMIO AVON DE MAQUIAGEM (Categoria Artes), considerado o Oscar dos maquiadores. Maquiador há mais de 20 anos, residindo atualmente no RJ.​

Sobre a ministrante: Pilly Calvin atriz ha 40 anos com vasto currículo nos palcos do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espanha. Participou em mais de setenta peças entre elas: "Love, Love, Love", de Luis Arthur Nunes (troféu Açorianos de Melhor Atriz), "Os Saltimbancos" de Dilmar Messias (Troféu Tibicuera de melhor atriz), "Beija-me a Boca Amor" de Roberto Camargo, "A Verdadeira História de Èdipo Rei" de Oscar Simch, "Yerma" em Zaragoza (Espanha) de Santiago Meléndez. No cinema fez "O Mentiroso" de Werner Schunemann, "Quadrilha" de Mariãngela Grando, "Lua de outubro" de Henrique de Freitas Lima, Amores Passageiros" de Augusto Caninni entre outros. Na TV, fez "Os Teatreiros" na RBS TV, "Rabo de Saia" de Walter Avancini na Rede Globo, " Filé de Borboleta" na RBS, entre outros.
Há doze anos ministra oficinas de teatro. Trabalhou na UNISC - Universidade de Santa Cruz do Sul, na Escola Educar-se, no teatro Espaço Camarim. Recebeu "Premio Destaque" em Artes em 2012.

Iniciou seus estudos de ballet clássico em 1983, em Porto Alegre - RS, pelo método inglês. Em 1988 passou a estudar pelo método russo. Em 1996 mudou-se para São Paulo - SP, onde aperfeiçoou seus estudos, passando também pelo método cubano. Trabalhou intensamente com estudo de aplicação da técnica de Pas de Deux, e técnica masculina. Ainda em São Paulo, iniciou pesquisa sobre os corpos adultos que iniciavam na prática do ballet, e trabalhou como professor nas oficinas culturais do Governo do Estado de São Paulo, de 1997 a 2000. Tem formação de dança moderna e contemporânea, cursada em escolas livres. Estudou em cursos baseados na técnica de Jose Limon e Lester Horton, em São Paulo, no Centro Avançado de Dança. Trabalha como professor de ballet clássico desde 1988. Atualmente, ministra aulas no CEM -T erpsi - Poa, Escola Aline Rosa - Poa, Grupo Experimental - Poa, Escola Ballerina - Gravataí, de ballet clássico, técnica de pas de deux e técnica masculina.

Iniciou seus estudos de ballet clássico em 1983, em Porto Alegre-RS, pelo método inglês. Em 1988, passou a estudar pelo método russo. Em 1996, mudou-se para São Paulo-SP onde aperfeiçoou seus estudos, passando também pelo método cubano. Trabalhou intensamente com estudo de aplicação da técnica de Pas de Deux, e técnica masculina. Ainda em São Paulo, iniciou pesquisa sobre os corpos adultos que iniciavam na prática do ballet, e trabalhou como professor nas oficinas culturais do Governo do Estado de São Paulo, de 1997 a 2000, desenvolvendo pesquisa de movimentação contemporânea para cena teatral com grupos de cidades do estado cadastradas no projeto. Tem formação de dança moderna e contemporânea, cursada em escolas livres. Estudou em cursos baseados na técnica de Jose Limon e Lester Horton, em São Paulo, no Centro Avançado de Dança. Trabalha como professor de ballet clássico desde 1988. Atualmente, ministra aulas no CEM-Terpsi-Poa, Escola Aline Rosa-Poa, Grupo Experimental - Poa, Escola Ballerina-Gravataí, de ballet clássico, técnica de pas de deux e técnica masculina.

Cursos Ministrados

Currículo indisponível, consulte mais tarde.

Cursos Ministrados